Header Divider

Tom McCarthy: Spotlight - 5.0 out of 5based on 1 vote
Spotlight Main

Spotlight: um choque de realidade

Os oito odiados

Sinopse 
Trata de uma equipe de jornalistas do jornal The Boston Globe que passam a investigar casos de abusos infantis de bispos da Igreja Católica e reúnem inúmeros documentos que provam como o assédio existia e como os líderes religosos tentavam encobrir os casos, ao invés de punir os culpados.
 FICHA TÉCNICA
 Título original:Spotlight
 Ano:2015
 Diretor:Tom McCarthy
 Duração:2h08 min
 Gênero:Suspense
 Atores:Michael Keaton, Mark Ruffalo, Rachel McAdams, Liev Schreiber, John Slatttery
 País:Estados Unidos

Divider

Curiosidades

1- O filme é baseado em fatos reais.
2- O grupo de jornalistas que fez a descoberta recebeu o Prêmio Pulitzer, renomado no Jornalismo.

Quem não se lembra de ver em 2002 no noticiário a descoberta de abusos infantis pela Igreja Católica que foi disseminado em todo o mundo? Essa descoberta foi feita por uma equipe de jornalismo investigativa chamada de “Spotlight” (que dá nome ao filme) do Jornal The Boston Globe, situada em Boston em Massachusetts. Essa descoberta chocou uma sociedade inteira de fieis e não fieis e até hoje é vista como a descoberta jornalística mais notória do século XXI.

Importância do jornalismo na sociedade

Este filme é uma espécie de homenagem ao jornalismo investigativo, pois mostra como se deu a investigação desses jornalistas na época da descoberta dos fatos, se arriscando ao se colocar contra uma das mais poderosas influências do mundo, a Igreja Católica que tentava dominar e interferir em todas as publicações dos meios de comunicação. A equipe de jornalistas de uma cidade aparentemente conformista, começa a apurar algumas denúncias e com muita perspicácia obtém revelações surpreendentes de abusos de bispos contra crianças, principalmente garotos.

Isso mostra o quanto o jornalismo pode ter influência na sociedade, ao revelar casos e absurdos como esse, tornando público o que o poder tenta esconder da população. Mostra como o jornalismo precisa atuar lado a lado da opinião pública, pelo direito à informação, sem se esconder embaixo de doutrinas e outras questões.

Spotlight 1

Uma tentativa de acobertar fatos

Muitas dessas crianças abusadas sequer chegaram a se expor ao público e nem denunciar aos bispos na época, pois se sentiam dominadas, acuadas e muitas delas nem sequer sabiam que aquilo era errado. O filme mostra o trauma que isso gerou nos adultos que passaram por isso na infância e como a Igreja controlava tudo como uma máfia, pois ao descobrir os casos de bispos que abusaram crianças tentavam acobertar os fatos e transferir os bispos para outras cidades, nunca revelando os acontecimentos à polícia ou qualquer outro órgão competente para tomar as medidas cabíveis.

Spotlight 2

Rotina na redação

Um fato interessante que o filme traz à nota é também como se desenrola uma investigação jornalística, em que, é preciso partir de um caso isolado e aparentemente sem muita importância para descobrir toda uma rede de conspiração e fatos que estão completamente interligados. No dia a dia, muitas dessas informações podem passar despercebidas na redação de um jornal, pois não é dada a devida atenção ou com o dead line sempre ditando regras e apressando, as notícias podem ser publicadas assim como chegam sem serem pesquisadas a fundo dando origem a grandes reportagens.

Papel social

É interessante notar como os atores que realizam os papeis dos jornalistas se dedicaram na narrativa, pois é perceptível o comprometimento e completo envolvimento inclusive emocional com os fatos narrados. O filme tem quase 2 horas permeados por muitos diálogos e quase nenhuma cena de ação, mas o assunto pertinente e polêmico, bem como a trama de suspense em cima das investigações que é criada prende o espectador até o último minuto. Trata-se de um filme belo, emocionante e extremamente relevante, que cumpre o seu papel social de levar à sociedade a uma reflexão panorâmica sobre religião, violência sexual e jornalismo.

Spotlight 3

Trailer de Spotlight

E você já assistiu? O que acha desse filme? Deixe suas considerações nos comentários. Curta nossa página no Facebook para acompanhar as novidades!


Outros filmes do diretor

  • O Agente da Estação (2003)
  • Ganhar ou ganhar: a vida é um jogo (2011)
  • O Visitante (2007)
  • Trocando os pés (2014)
 
51111111111Rating 5.00 (1 Vote)
Leia Também
Facebook Fla 24Twitter Fla 24Linkedin Fla 24Googleplus Fla 24


Config
Filmes Brasileiros Off
Filmes Estrangeiros Off
Filmes Comedia Romantica Off
Filmes Acao Off
Filmes Infantis Off
Filmes Policiais Off
Filmes Faroeste Off
Filmes Medievais Off
Filmes Hq Off
Filmes Religiosos Off
Filmes Antigos
Filmes Musicais Off
Filmes Documentarios Off
Lista Filmes Off